Olhos

    Qual era a cor dos olhos dela? Tento mas não consigo lembrar, sempre acabo me perdendo em um mar de possibilidade, em diferentes vertentes, em diferentes pontos de vista que sempre me levam a mesma pessoa.

    Lembro de olhos azuis como o céu, calmos e enigmáticos. Eles eram ao mesmo tempo tão serenos que me faziam querer permanecer no silêncio deles e tão amplos e profundos que faziam em me sentir pequeno e perdido… mas ainda assim em casa.

    Alguma vezes vi olhos verdes, cheios de esperança e sonhos. Olhos verdes como esmeraldas, olhos que me diziam “siga”, “vá” ou melhor ,“venha”. Era olhos naturais, olhos sem maldades,olhos que pareciam um sonho, pareciam como portas, pelo qual eu podia ver sua alma nua.

    É estranho, mas eu também vi olhos vermelhos, como de um animal, olhos de desejo, olhos de sede, olhos famintos. Mas eram olhos que tinham raiva, eram uma mistura de algo como um criança que quer o que não pode ou que tem o que não quer.

    Uma outra cor me chamou atenção, olhos castanho escuro, era quase como uma sombra, eles estavam lá escondidos, pareciam olhos de medo, olhos que não me deixavam entrar, olhos que sabiam que aquele não era o meu lugar, ou que pelo menos assim o queriam.

    Despertei sozinho na cama, sem olhos para olhar, pensando se aquilo foi um sonho. Não consigo lembrar a verdadeira cor dos olhos dela, mas lembro do cheiro. Era algo doce, algo apenas dela, guapa.